Mundo Louco

Onde vai parar este mundo louco?

Estamos vivendo em uma época tão interessante quanto maluca… Ao mesmo tempo em que todas as questões individuais se tornaram públicas, as pessoas estão cada vez mais individualistas… Na mesma medida em que a informação se torna cada vez mais ampla, o conhecimento se revela cada vez mais superficial… Quando a Ciência parece estar chegando ao fim de todos os mistérios, novas descobertas assombram os mais corajosos cientistas… Quanto mais nos aproximamos do “Fim do Mundo” para muitas religiões do planeta, mais distantes ficamos de realmente compreendê-lo… Quanto mais ricos parecem estar as pessoas e os países, maior o rombo das suas falaciosas economias… Quanto mais conseguimos compreender a delicada interação das vidas em nosso lindo planeta, mais voraz e velozmente o destruímos… Quanto mais vivem as pessoas, menos tempo elas têm para viver… A política da “transparência” em muitos países só nos mostra coisas que não queremos nem suportamos mais ver… A quebra dos rígidos valores antigos levou a humanidade a um caos conceitual, onde a globalização caminha junto com a banalização e a impunidade vergonhosa…

Em meu site, cito uma frase que meu pai sempre dizia: “Quem conta a história é quem ganha a guerra”! Apesar de tudo o que a humanidade já conquistou, a versão oficial do mundo continua sendo apenas o viés do vencedor. Os idealistas vencidos continuam sendo silenciados, ridicularizados, extraditados ou mortos… E o resto da humanidade, em sua grande maioria, se mantém numa silenciosa e pesada aceitação passiva em relação aos que ambicionam o poder…

Vejo que nosso tempo prenuncia grandes convulsões sociais, ambientais, políticas e econômicas, questões estas que trato em meus livros e em meu site, mas neste blog vou tratar apenas dos temas sociais, políticos e econômicos em vias de colapso. Socialismo e Capitalismo estiveram polarizados na época da “Guerra Fria”, mas agora o mundo todo caminha para um consumismo desenfreado, um acúmulo desmedido, uma ganância sem precedentes e uma hipocrisia que penetra e se imiscui em todas as classes sociais do planeta.

Em nosso país, o famoso “jeitinho brasileiro” da Lei de Gerson em “levar vantagem em tudo” ampliou-se para a malandragem e a corrupção generalizadas, eternizada na imagem lúdica do Zé Carioca, o “adorável vagabundo” de Don Rosa.

Nunca como agora a humanidade teve tanto acesso à informação e ao conhecimento, mas este mesmo poder da mídia me faz lembrar uma famosa frase de Rui Barbosa: “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude. A rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto”.

A principal diferença entre as épocas do “Águia de Haia” e de “José Sarney” é que os “maus” antigos eram quase somente aqueles que estavam nos poderes justamente constituídos ou não, e hoje em dia são também aqueles que roubam merendas escolares; explodem caixas eletrônicos; aceitam propinas; enganam seus fiéis religiosos; cobram juros exorbitantes; desviam dinheiro do “Fome Zero”; vendem seus votos; fraudam o “Minha Casa Minha Vida” e depois repassam os imóveis; praticam bulling; agridem ou aliciam mulheres e crianças; matam negros e homossexuais; adulteram remédios, o leite e a gasolina; compram e vendem produtos piratas; roubam cargas de caminhões; dizimam florestas a preços vis; poluem as cidades, os rios e os mares; sustentam o crime organizado, destruindo suas vidas ao usarem drogas nefastas; etc, etc…

Meus pacientes e amigos afeitos à política do PT me dizem que sempre houve corrupção no mundo e eu concordo plenamente, já que não é de hoje a expressão “Todo homem tem o seu preço”. Mas nunca se viu neste país uma corrupção tão disseminada, estimulada pelo conceito capitalista de que um homem de sucesso é aquele que possui mais coisas que os outros.

E para não ficarmos presos ao conceito apenas de nosso país, vemos que a corrupção assola o planeta em geral. Através da ONG “Transparência Internacional”1 que calcula o Índice de Percepção da Corrupção em 176 países, vemos que dois terços registraram pontuação inferior a 50, em uma escala de zero a 100 (a mais alta reflete maior grau de transparência e a mais baixa uma maior percepção de que há corrupção nas instituições públicas, ou seja, quão corrupto o setor público de um país é considerado). Abaixo de 50 indica um problema grave de corrupção. Observe que este índice diz respeito apenas ao setor público, mas veremos mais adiante que a corrupção graça em todos os setores humanos aonde exista alguma forma de poder, liderados pelos “sociopata-alfas”.

Em um site português2 podemos ler que: Olhando para os Índice de Percepção da Corrupção de 2012, é claro que a corrupção é a maior ameaça que a humanidade enfrenta. A corrupção destrói vidas e comunidades, e prejudica países e instituições. Ele gera ira popular que ameaça desestabilizar ainda mais as sociedades e exacerbar os conflitos violentos.

E continua: “Traduz corrupção, para o sofrimento humano, com famílias pobres sendo extorquidas por subornos para ver os médicos ou para ter acesso à água potável. Isso leva à falha na prestação de serviços básicos, como educação ou saúde. Ele desvia a construção de infraestruturas essenciais, com líderes corruptos desviando fundos. A corrupção equivale a um imposto sujo, e os pobres e mais vulneráveis ​​são as suas principais vítimas.”

Ao lermos tudo isso devemos examinar como está o poder publico do Brasil em relação à corrupção, entre os 176 países observados – estávamos em 73º. em 2011 com índice 38 e em 2012 em 69º lugar, com índice 43! Portanto, estamos longe de sermos um dos países mais corruptos do mundo!

Os cinco países mais transparentes, segundo a ONG, são: 1. Dinamarca (90); 2. Finlândia (90); 3. Nova Zelândia (90); 4. Suécia (88) e 5. Cingapura (87) e os cinco mais corruptos são: 172. Mianmar (15); 173. Sudão (13); 174. Afeganistão (8); 174. Coreia do Norte (8) e 174. Somália (8). Para ver a lista de todos os países, acessar o site citado acima.

Voltando ao Brasil, somos inundados pelos jornais impressos ou televisivos por uma onda de notícias aterrorizantes e por isso muitas pessoas que se consideram “boas” preferem não ler jornais nem assistir TV, pois isto “perturba os seus espíritos”. Não entendo a bondade omissa nem a esperança covarde daqueles que fecham seus olhos e viram suas costas para o mal que graça em nosso país e no mundo, permitindo que os oportunistas se valham desta impunidade e esperando que “Deus faça alguma coisa” ou que “2012 acabe com a maldade no mundo”… De qualquer forma considero estas saídas muito ruins porque costumo brincar dizendo que “a última vez que Deus fez alguma coisa chamou-se Dilúvio” e que “2012 acabaria em outro Dilúvio, dizimando toda a humanidade”. Desenvolvo estes temas em meu site http://www.drpaulomaciel.com.br3,4.

Por isso, a frase que vai nortear este Blog, chamado de Mundo Louco, será:

A tragédia final [da humanidade] não é a opressão e a crueldade das pessoas más, mas é o silêncio das pessoas boas a este respeito” – Martin Luther King Jr., 1929-1968

Minha teoria política e econômica passará por 3 níveis de compreensão e de revolução:

1. Desde o início da Revolução Industrial o mundo tem sido governado sob duas bandeiras: Capitalismo & Socialismo. Estas duas ideologias já se provaram ineficientes para conduzir a política humana porque toda política baseada na economia é desumana! Não podemos mais aceitar políticas que sejam dirigidas para o Capital ou para o Trabalho que o indivíduo produz, mas sim e apenas para o indivíduo que produz o capital e o trabalho! A partir deste conceito, todas as políticas deverão ser humanizadas, de centro e baseadas no indivíduo que vota no político e não nas ideologias esquizóides dos detentores do poder, indignos representantes do povo que os elege!

2. O segundo nível da teoria é reconhecer que uma grande maioria dos políticos de toda a história da humanidade foram sociopatas, que queriam apenas o poder a qualquer preço e sem qualquer crise de consciência! Este item define e reconhece quais políticos são sociopatas, que na teoria são chamados de “sociopatas-alfa”!

3. O terceiro aspecto da teoria diz que cada cidadão é responsável pelo destino do seu país e da sua comunidade, sendo que o seu dever não acaba com a eleição dos sociopatas-alfa, mas apenas começa com a escolha dos seus “representantes”. Cada comunidade deverá criar conselhos de bairro, municipais, estaduais e nacionais de controle dos políticos, online, 24 horas por dia, através de ONGs e outros grupos sociais. A transparência será a temática fundamental aonde cada cidadão será responsável ativo por tudo o que acontecer em sua sociedade. Os “bons”, como diz Martin Luther King, serão aqueles que agirão em nome do seu povo e do seu país, sem esperar que os sociopatas acordem para a realidade ou Deus faça justiça contra eles!

Vamos então começar esta jornada!

  1. http://www.transparency.org/
  2. http://eutenhodireitos.com/2012/12/05/indice-de-percepcao-de-corrupcao-no-mundo-em-2012/
  3. http://drpaulomaciel.com.br/as-religioes/a-humanidade-e-os-apocalipses/
  4. http://drpaulomaciel.com.br/as-religioes/o-calendario-maia-e-o-fim-do-mundo/

6 Comentários (+add yours?)

  1. Lucas Lemes
    mar 10, 2013 @ 23:29:33

    Sem dúvida, hoje com tanta informação em nossas mãos, tantos escândalos na mídia de corrupção e violência, é evidente que o individualismo barato esta fazendo com que o ser humano feche seus olhos e vire as costas para problemas que em um primeiro momento não fazem parte de suas vidas.

    Responder

  2. Gina Matilde
    mar 11, 2013 @ 03:15:09

    Não sei de quem é a frase, se de Chico Xavier, Emmanuel, ou André Luiz, mas acho que é de algum espírita e se encaixa no que vc escreveu: Não basta fazer o mal, há que se fazer o bem!

    Responder

    • drpaulomaciel
      abr 14, 2013 @ 18:27:47

      A frase é: “Não basta que o homem não pratique o mal; cumpre-lhe fazer o bem no limite de suas forças, porquanto responderá por todo mal que haja resultado de não haver praticado o bem.” (Livro dos Espíritos, questão 642)

      Responder

  3. carmina
    abr 30, 2013 @ 17:41:22

    “Mas agora o mundo todo caminha para um consumismo desenfreado, um acúmulo desmedido…” é e em busca do dinheiro para este consumo todo que as pessoas roubam, matam, mentem, enganam-se e esperam sempre que o outro faça, o político, professor, padre e pastor etc. Precisamos ter consciência do “Eu” eu posso fazer este mundo melhor fazendo simplesmente a minha parte. Talvez uma boa ação por dia … até acostumar quem sabe …

    Responder

  4. Antonio
    jun 15, 2014 @ 18:30:38

    é estarrecedor ver pessoas representativas do meu circulo de amigos/conhecidos, fazendo apologia ao governo do PT, servindo de instrumento inocente de uma revolução Gramisciana devastadora..

    Responder

  5. Mauricio
    nov 10, 2015 @ 05:02:07

    Acredito que o mundo não esta louco,louco e esta criatura chamada ser humano,que tentar se apossar cada vez mais desse mundo,destruindo tudo ao seu redor em pro da sua amada humanidade,distorcendo e destruindo todos os princípios e ecossistemas .como pode tal criatura ser tão maligna a um ambiente e a si mesmo,se tornando seu próprio predador,criando uma tal sociedade onde a água vem de canos,onde a comida e encontrada empacotadas em grandes galpões chamados supermercados.parem pra pensar existem milhões de animais e seres vivos que vivem em total equilíbrio sem precisar fazer grandes alterações para sobreviver,foram escravizados pelos seres humanos em seu beneficio próprios,como se fizesse lavouras de carnes,pois e isso que são os animais de cortes,seres que tem vida que sua existência e toda pensada apenas para servir para alimentar o ser humano,porem se fosse ate um motivo de fome,mas ate isso o ser humano corrompeu,não se alimenta mais por fome,quase sempre e por gula,por que quer saborear algo gostoso.As vezes penso que o ser humano e uma praga alienígena que foi jogada aqui na terra para sugar,matar e destruir o planeta,pois infelizmente e isso que ele faz,porem sempre tenta atestar que tudo que faz e em pro da humanidade,que são resultado da sua eterna evolução social,porem para mim um ser vivo,que precisa cada vez mais de métodos modernos para sobreviver,não me mostra uma evolução e sim uma regressão.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: